Vázquez erra, Real Madrid perde para o Bilbao e dá adeus a Supercopa

Sergio Ramos não acredita na eliminação do Real Madrid

Vázquez errou em dois lances capitais do jogo e Bilbao aproveitou. Vázquez foi um dos mais irregulares; Real Madrid não conseguiu furar defesa basca e nem o gol de Benzema foi suficiente

O Real Madrid não cumpriu com todos os requisitos para tentar o bicampeonato da Supercopa da Espanha. Nesta quinta-feira (14), o clube merengue não contava com dois erros defensivos de Vazquez e a eficiência do Bilbao para ser eliminado nas semifinais da competição pelo placar de 2 a 1, gols de Raúl Garcia e Benzema descontou.

Nem mesmo a presença de Hazard, Sergio Ramos e Benzema puderam evitar a eliminação. Mas também, a conta pode recair em Zinedine Zidane, que recentemente, viveu dias nebulosos e atualmente, pode enfrentar nova pressão, afinal, o time vem de tropeços consecutivos.

Dessa forma, o Real Madrid retorna a campo somente na próxima quarta-feira (20) para encarar o modesto Alcoyano pela Copa do Rei da Espanha. Por outro lado, pela LaLiga, o clube merengue visita o Alavés no final de semana que vem, no dia 23 de janeiro.

VáZQUEZ DO CÉU AO INFERNO

Com um início de jogo bastante enroscado, aos poucos, as equipes foram mostrando quais propostas colocariam em campo, mas também, temiam por um erro que poderia custar caro.

A primeira oportunidade nasceu dos pés de Hazard. O volante Casemiro lançou de forma brilhante para o belga, que no meio da área, dominou e na hora da finalização, foi travado por Inigo Martínez. A resposta do Bilbao foi clara.

Lucas Vázquez vinha sendo bastante elogiado nos últimos jogos, pois, mesmo atuando na lateral, fazia boas atuações, não só como ponta, mas também como lateral. Porém, a noite da Espanha parecia não estar de bem com o atacante.

Aos 18 minutos, Vázquez saiu jogando errado e Dani Garcia recuperou e fez um passe cinco estrelas para Raul Garcia, dominar e bater na saída de Courtois: 1 a 0.

Se não bastasse um erro, Vazquez voltaria a errar. Aos 38 minutos, Capa buscou o zagueiro Martínez na segunda trave, Vazquez não alcançou e, logo depois, o zagueiro foi puxado dentro da área pelo atacante. O pênalti foi cobrado por Raul Garcia, deslocando Courtois: 2 a 0.

A tônica do segundo tempo parece não ter mudado, pois o Real Madrid não se encontrava e pouco assustava o Athletic Bilbao. Com uma ótima vantagem, o time basco, a princípio, optou-se por explorar os contra-ataques.

Crendo numa recuperação, Zidane não mexeu e viu Asensio acertar a trave de Unaí Simon duas vezes. Dessa forma, o clube merengue acordou no jogo e passou a pressionar o Bilbao, o técnico fez suas alterações: lançou Valverde e Vinicius Jr.

Benzema aparece e pressão total

O recuo do Bilbao atraiu os merengues e a pressão passou a ser mais intensa, deixando todos os jogadores bascos no campo de defesa. Aos 73, a luz no final do túnel. Valverde recebeu na esquerda e cruzou com capricho para Casemiro escorar e Benzema, na pequena área, empurrar para o gol.

Benzema até marcou, mas gol não foi o suficiente para evitar a eliminação
Benzema até marcou, mas gol não foi o suficiente para evitar a eliminação. (Foto: Fran Santiago/Getty Images)

Sem forças para reagir, o Real Madrid apostou nos ‘chuveirinhos’ nos minutos finais, mas também não conseguiu superar a boa defesa montada pelo Bilbao. Um possível pênalti foi checado no fim do jogo, mas nada foi validado e os merengues amargaram a eliminação precoce da Supercopa da Espanha.

Ficha Técnica:
Real Madrid x Athletic Bilbao
Data: 14 de janeiro, quinta-feira
Local: La Rosaleda, Malaga (ESP)
Gols: Benzema 73′ | Raúl García 18′, 38′

Real Madrid: Courtois; Vazquez, Varane (Nacho), Ramos e Mendy; Casemiro, Kroos e Modric (Valverde); Asensio, Hazard (Vini Jr) e Benzema (Mariano); Técnico: Zinedine Zidane

A. Bilbao: Unaí Simon; Capa (Lekue), Nunez, Inigo Martínez e Balenziaga; Dani Garcia, Vencedor (Vesga), De Marcos e Muniain (Berenguer); Inaki Williams e Raul Garcia (Villalibre); Técnico: Marcelino Toral