Real Madrid joga mal e perde para o Cádiz dentro de casa na LaLiga

Com o fim da Data FIFA, o Real Madrid retornou a campo neste sábado (17) pela sexta rodada do Campeonato Espanhol ao receber o Cádiz, em casa, no estádio Alfredo Di Stéfano. O resultado não foi dos mais esperados e a partida terminou em 1 a 0 para os visitantes, com gol marcado por Lozano ainda no início do primeiro tempo.

Em uma partida com muitas dificuldades, principalmente defensivamente, o Madrid foi derrotado pelo recém promovido para a primeira divisão. Com o resultado o atual campeão da LaLiga somou apenas um ponto.

Padrão de jogo com falhas defensivas

O primeiro tempo começou com o visitante mostrando atenção às falhas e espaços do Madrid, com pouco mais de um minuto de jogo, após uma falha de Kroos no bloqueio defensivo, Negredo aproveitou e dentro da área chutou para o gol, porém a bola foi tirada próximo da linha pelo capitão e zagueiro Sergio Ramos.

Com os dois times ainda na fase de reconhecimento em campo, o segunda lance perigoso veio pelo visitante. Aos sete minutos Lozano colocou Courtois para trabalhar novamente em lance de falha da defesa.

Assim como nos últimos jogos em que o brasileiro esteve presente, Vinicius Júnior esteve flutuando com Benzema, invertendo nos lados do capo e se apresentando na área, mas a bola não chegava até seus pés pela dificuldade de infiltração na zaga bem posicionada e fechada do adversário. Com isso o time passou a tentar mais os tiros de fora da área, porém sem muito êxito.

O placar foi aberto com o gol do Cádiz que saiu dos pés de Lozano, aos 16 minutos. Aproveitando os espaços cedidos pela falha de marcação dos donos da casa, principal ponto a ser observado pelo técnico merengue na primeira parte do jogo, o jogador recebeu passe de Negredo e com um toque sutil, chutou por cima de Courtois e a bola foi mansamente para o fundo das redes: 1 a 0.

Lozano com um toque de categoria, venceu Courtois para marcar o único gol da partida. (Foto Diego Souto/Quality Sport Images/Getty Images)

Próximo ao final do primeiro tempo, Kroos bateu um escanteio direto para a cabeça do zagueiro Varane que estava em posição legal e clara para mandar a bola para o gol, porém o francês cabeceou para fora. Novamente o Real Madrid teve outra chance minutos depois, desta vez com uma tentativa de bicicleta, mas Modric estava no caminho e acabou desviando a bola para fora em um toque errado.

Real Madrid saiu de campo para o intervalo com total controle da posse de bola, mas sem ter controle sobre a construção do próprio jogo. Com 73% da posse, os merengues chutaram oito vezes, sendo apenas uma ao gol; enquanto o Cádiz concluiu cinco chances e quatro delas claras. Destaque para Sergio Ramos que recebeu um cartão amarelo.

Saindo da falha defensiva, porém mantendo a desorganização ofensiva

Zidane trouxe um time diferente para o segundo tempo. Com a missão de recuperar o jogo entraram Casemiro, Valverde, Militão e Asensio, respectivamente nos lugares de Isco, Modric, Ramos e Vázquez. A entrada de Casemiro fornecendo a intenção de melhorar defensivamente a recomposição e posição do time, trazendo Kroos para a sua função de ofício, o que ajuda com mais chances de criação. Por outro lado, o capitão Sergio Ramos saiu por sentir dores no joelho após pancada no primeiro tempo.

Se a intenção de Zidane ao mexer no intervalo era de mudar a cara do time, ele conseguiu e com êxito. Mesmo sem anotar gols logo nos primeiros minutos, o jogo do Madrid já demonstrou ser outro. Desta vez as chances começaram a aparecer com mais sequência e pudemos ver o Madrid chegar mais próximo ao gol.

A recolocação de Kroos cumprindo com a distribuição de jogo no segundo tempo passou a dar forma para a linha de ataque, somado à velocidade de Vinicius Júnior, colocando o time mais presente ofensivamente, porém a falta de organização sacrificou as tentativas, mesmo que claras.

Na quinta e última substituição de Zinedine Zidane, Jovic foi o escolhido para entrar no lugar de Toni Kroos para que o aumento de bola na área aconteça. Com poucos minutos em campo o sérvio recebeu de Benzema e tocou para o gol, porém a arbitragem foi rápida na marcação correta de um impedimento.

O gol madridista não saiu, muito pelos detalhes organizacionais do Madrid e também pelo mérito da defesa do Cádiz que soube segurar o jogo.

Ficha técnica
Real Madrid x Cádiz
Local: Alfredo Di Stéfano, Valdebebas – Madrid/Espanha
Data: 17 de outubro de 2020 às 13h30 do horário de Brasília

Real Madrid: Courtois; Nacho. Varane, Ramos (Militão), Marcelo; Modric (Valverde), Kroos (Jovic), Isco (Casemiro); Vinicius Jr, Benzema, Vázquez (Asensio).

Cádiz: Ledesma; Akapo, Fali, Cala, Espino; Salvi, Marí (Garrido), Jonsson (Fernández), Álex (González); Negredo (Giménez), Lozano (Malbasic).

(Foto destacada: Pierre-Philippe Marcou/AFP/Getty Images)