Zidane descarta contratações: “Estou feliz com o meu elenco”

O Real Madrid volta a campo neste sábado (26) para enfrentar o Betis, no Benito Villamarín pela 3º rodada da LaLiga e o treinador Zinedine Zidane esteve presente na coletiva que antecede o confronto. Contundente em algumas respostas, o francês descartou categoricamente a possibilidade do clube realizar contratações nesta janela de transferências.

Novamente jogando fora de casa, Zidane se mostrou tranquilo em relação a possível volta de jogadores que estavam no departamento médico e depois do empate contra a Real Sociedad no último domingo (20), elogiou a equipe do Betis.

“Sabemos quem vamos enfrentar, uma boa equipa neste campeonato, mas não muda nada para nós. Queremos fazer um bom jogo e melhorar como sempre, porque você sempre pode melhorar e se sair bem”.

Confira as principais declarações do técnico merengue nesta sexta-feira (25):

Condição de Hazard, Asensio ou Lucas: “Alguém pode viajar, mas são jogadores que acabaram de chegar, no sentido de que fizeram pouco treino. O importante é que estejam fisicamente bem e há muitos jogos. Veremos como o faremos”.

Contratação de um nove: “Tudo pode acontecer até 4 de outubro. Você está interessado em quem vem, mas estou feliz com o meu elenco. Vamos trabalhar para fazer isso bem e no final poderemos atingir os objetivos que temos”.

A reserva de Casemiro e o que a equipa ganha ou perde: “São coisas minhas, devias saber que outro dia foi o Casemiro e amanhã me vais perguntar sobre outro que não joga. Vamos ter muitos jogos e uns vão jogar mais que outros, mas é a vida de uma equipe. Não vou te dizer o que um ou outro me dá, é o meu negócio, mas o que importa para mim são todos os jogadores e que sinto que cada um me dá alguma coisa”.

Posição que quer reforçar: “O elenco que eu tenho é esse, não vou pedir nada, então como sempre tudo pode acontecer, sim, é por isso que todos os treinadores e aconteceu ano passado, o que queremos é conversar sobre os jogos”.

É verdade que não vai haver contratação diante da queda salarial: “Nada disso, essas coisas, desculpe, são coisas internas, e se eu tiver que falar com o pessoal do clube, não vou contar do que estamos falando. Não posso divulgar o que temos aqui”.

A responsabilidade de Zidane pela saída de jogadores locais ou jogadores como Bale ou James que não tiveram sucesso: “Não acho que seja esse o caso, todos os jogadores que você está me dizendo triunfaram aqui ou no exterior. Alguns jogam mais do que outros e a culpa é minha. Mas dos jogadores com quem me fala penso que triunfaram no Madrid”.

Contribuição de Odegaard: “Pode jogar mais em cima e outros também. Pode ter outro papel, há muitas posições em que pode jogar. Tem um físico muito bom e uma longa jornada e a ideia é contar com ele como com todos os outros. Todos os jogos eles vêm rápido, então a Champions League, não vamos parar”.

Condição do Hazard: “Penso igual ao Roberto Martínez. Não tem desconforto com a lesão, mas como tem feito poucos treinos com a equipa tem que ir devagar. Vai estar lá, mas quer entrar a cem por cento e que esteja bem”.

Jovic e Benzema, se você os vê juntos: “Sim, eles podem jogar juntos, mas a única coisa é que vamos ter muitos jogos e podemos jogar de forma diferente. Cada jogo é uma história e você pode escolher com o que tem. Mas eu nunca não pensei ou disse que Karim e Jovic não podem jogar juntos. Pode acontecer”.

O momento do Bétis: “Eles têm quase o mesmo elenco, mas o treinador mudou. Todos nós conhecemos Pellegrini e o que ele pode contribuir para a sua equipe. O Bétis sempre teve jogadores de qualidade e este treinador pode contribuir com as suas coisas”.

Como explica a falta de gols do Madrid: “Não vejo como ineficaz, porque seria dizer que não fomos eficazes no ano passado e não é o caso. Houve períodos menos eficazes, mas não tenho medo disso, mas você tem que trabalhar muito mais e é minha responsabilidade como treinador. E os jogadores sabem disso. Mas eu não concordo que não sejamos eficazes. O importante é o equilíbrio. Eu sempre venceria pelo mínimo e não sofreria gols, mas tenho certeza que vamos fazer gols”.