Takefusa Kubo: jovem japonês não hesitou ao escolher entre Barcelona e Madri

O jovem japonês pouco comentado ou lembrado, Takefusa Kubo, já enfrentou questões complicadas em uma outra província espanhola. Passou o período de quatro anos nas categorias de base do Barcelona e foi embora da Espanha em 2015 quando o clube catalão cumpria a sanção imposta pela FIFA que consistia na proibição de utilizar os reforços. Tendo em vista essa alteração no caminho que estava trilhando em La Masia, que o tirava chances de jogar, Kubo decidiu voltar para seu país natal. Só não sabia ele que mais tarde seria novamente sondado pelo clube dirigido por Bartomeu.

Chegou ao FC Tokyo e assinou um contrato que estaria vigente até o dia 1 de junho de 2019. Foi neste mesmo ano e neste mesmo mês, três dias após o vencimento do contrato, que completou 18 anos e já tinha muitos times em caça por sua assinatura. PSG havia sondado o jovem e já por volta de novembro de 2018 queria pagar a transferência de Takefusa; Barcelona, quando soube de tal interesse por parte do grande francês, disponibilizou lugares para a equipe japonesa assistir uma partida no Camp Nou. Outros clubes como Bayern de Munique, Juventus e Manchester United também entraram na faixa de interessados.

Em 2019 os atuais representantes escolhidos por sua família receberam pedidos claros e objetivos quanto ao que queriam; Roberto Tukada e Manel Ferrer organizaram uma reunião com Bakero, Amor e um advogado. Os assuntos de base como faixa salarial e projetos foram discutidos em poucas horas e então, a reunião que havia sido em Barcelona, se encerrou.

O jogador sem ser convencido pela proposta originada da Catalunha deixou claro pelos seus agentes que iriam estudar e ouvir outras mais, foi então quando souberam que o Madrid tinha interesse. Este caminho para a capital foi aberto por José Ángel Sánchez, o gerente geral do clube. E ainda descrente de que fosse possível, Kubo questionou se o Real Madrid realmente o queria. Quando ouviu de seus agentes a afirmativa de que aquilo era verdade, sua resposta foi direta ao dizer que queria “apenas, Madrid”.

A negociação então começou com a habitual visita da equipe do jogador às instalações em Valdebebas, que voltaram para Tokio encantados com o ambiente. Então a negociação verbal deu início e fora feito um documento que vinculasse o clube e jogador, para que comprovasse a evolução daquela negociação.

Takefusa Kubo ao lado de Sergio Ramos no banco durante partida entre Real Madrid x Fenerbahce na Allianz Arena, pela Copa Audi de 2019 em Munique na Alemanha. (Foto reprodução: Adam Pretty/Bongarts/Getty Images).


O então vice-diretor geral, Begoña Sanz, e o chefe de futebol internacional, Juni Calafat, viajaram para o Japão a fim de conhecer a família de Kubo e o próprio garoto. E com essa visita o jovem japonês, que já havia tido contato com o futebol espanhol por um tempo, pôde ter a confirmação de que as ligações não atendidas que vinham da Catalunha acabaram resultando em algo mais emocionante, já que no dia 4 de junho de 2019 completou 18 anos com um contrato assinado para ser jogador do Real Madrid Clúb de Futbol.

Foto destacada: Matthew Ashton – AMA/Getty Images