Polêmicas a parte, Real e Atlético vão em busca do primeiro título da nova Supercopa da Espanha

O dérbi madrilenho é sempre especial e não será diferente neste domingo (12), quando Real Madrid e Atlético de Madrid decidem a nova Supercopa da Espanha, que traz polêmicas envolvendo o novo formato criado pela RFEF (Federação de Futebol Espanhola).

Ambas as equipes não conquistaram nenhum troféu na temporada passada, mas entraram na competição por estarem melhores ranqueadas e conforme o número de títulos de cada time. A surpresa é que ambos agora, decidem o título da competição.

O confronto acontece no estádio King Abdullah Sports City, em Jidá, na Arábia Saudita, a partir das 15 horas (horário de Brasília). Este também foi um dos pontos questionados ao transferirem a competição para o outro continente.

A partida terá a transmissão da ESPN Brasil, e o Twitter do Meu Madrid trará em tempo real, os principais lances da partida.

Zidane e sua nona final

O Real Madrid encara mais uma final sob o comando de Zinedine Zidane, que alcança a nona em pelo menos quatro anos comandando a equipe principal. Como de costume, o francês despistou o que levará a campo contra o rival.

“Não vou dizer como vamos jogar. O importante não é o desenho e sim o que fazemos quando temos a bola. Às vezes você diz que jogamos de uma maneira diferente de como fazemos. Temos coisas boas como equipe, e é isso que importa”.

Sabido de baixas de Benzema e Bale, o treinador poderá usufruir do retorno de Marcelo para ser o dono da lateral esquerda na final, substituindo Mendy. Há também, a possibilidade de um atacante ser incorporado ao lado de Luka Jovic.

Colchoneros querem divisor de águas

O Atlético de Madrid quer mudar seu cenário nesta temporada que começou nada animador, após inúmeros tropeços. Com a equipe estabilizada, Diego Simeone e seus comandados acreditam que um duelo contra o Real Madrid, possa a ser o divisor de águas na temporada.

“Conhecemos muito bem o Madrid, é um time importante por causa da hierarquia de seus jogadores e por ter um treinador vencedor, que transmite que quando ele tem que vencer, ele vence. Com as baixas trazidas por Bale e Benzema, eles impulsionaram a segunda linha, eles têm Vinicius e Rodrigo no banco. Temos que pensar onde machucá-los”, disse Simeone durante a coletiva.

A equipe colchonera não possui nenhum desfalque para a grande decisão, mas no último treino, o goleiro Oblak não foi a campo e causou suspense sobre sua utilização. Por outro lado, o zagueiro Giménez treinou com normalidade e seguirá para o duelo.