Zidane elogia Guardiola e define a Liga como prioridade: “É lutar até o fim”

O técnico Zinedine Zidane compareceu hoje (21) à coletiva pré-jogo em Valdebebas para a partida diante do Athletic Bilbao pela La Liga, onde falou sobre o desempenho dos jogadores e as prioridades da equipe, entre outros assuntos.

Sobre o Athletic Bilbao: “Outro jogo, outra dificuldade. É um rival que está indo muito bem. Eles estão fazendo uma temporada fenomenal, mas conhecemos o jogo que nos espera amanhã. Sabemos o que temos que fazer e acho que estamos preparados para fazer um bom jogo. Colocaremos toda a nossa energia sabendo que será o nosso último jogo do ano.”

Prioridade para La Liga: “Para nós, a prioridade é o dia a dia. É a LaLiga, porque é o dia a dia, mas é lutar até o fim. Para nós, o importante é trabalhar bem todos os dias. Ultimamente, estamos trabalhando muito bem e continuaremos assim no próximo ano.”

O que mudou na equipe: “Tínhamos que ser pacientes. Não controlamos o que é de fora. Tínhamos que trabalhar e é isso que estamos fazendo. Isso nos levará a fazer coisas boas este ano.”

Recuperação de James: “Ele está trabalhando muito, pouco a pouco. Ele sofreu um ferimento grave. Você verá a convocação amanhã, mas queremos recuperar James, isso é muito claro. Ele está nesse processo de recuperação e queremos recuperá-lo de qualquer maneira.”

Isco: “Ele ganhou destaque novamente porque é bom. Ele sempre treina para tentar jogar. Ele tem muita personalidade. Sabemos o que ele pode dar à equipe e seu protagonismo se deve só a ele, apenas pelo seu trabalho.”

Fede Valverde: “Só posso falar sobre meus jogadores. Eles estão envolvidos, estão indo bem. É difícil para mim e isso é bom, mas Fede é um patrimônio do clube e estamos felizes por ele estar aqui conosco.”

Chutes de fora da área: “Sim, estou animando os jogadores. Há muitos jogadores que chutam bem, que podem prejudicar qualquer oponente e é uma arma da qual devemos tirar vantagem.”

Guardiola: “Sim, será especial enfrentá-lo. Joguei muitas vezes contra ele. Eu o respeitava como jogador e como treinador, acho que ele é o melhor treinador do mundo. Ele mostrou isso ao longo de sua carreira e, é claro, gosto de enfrentar seu time.”

Foto: (Reprodução/ Real Madrid)