Hazard revela: “Tomei a decisão de ir ao Real Madrid após o término da Copa”

O assunto ‘Eden Hazard no Real Madrid’ esteve muito presente nos jornais europeus nas últimas, pelo menos, três temporadas. A cada janela o tema ganhava força, até que na metade deste ano o tão esperado anúncio veio à tona. Depois de anos de destaque no Chelsea, o belga tornou-se no camisa 7 madridista. E nesta segunda-feira (28), em entrevista à TV oficial do clube merengue durante o programa Campo de Estrelas, revelou quando decidiu ir ao time espanhol.

“O meu sonho de sempre era jogar no Real Madrid, o melhor clube do mundo, e por isso sou feliz. Courtois sempre me dizia que era o melhor clube. Eu já tinha tomado a decisão quando acabou o Mundial e disse para mim ‘tenho que ir já para o Real Madrid’. Não foi possível e fiquei outro ano no Chelsea, isso tornou mais fácil a saída. O clube entendeu e deixou-me sair. Falei com Florentino e disse-me que me esperavam no Madrid. Depois falei também com Modric e senti que todos me queriam ver já no Real Madrid, e por fim cumpriu-se”.

Hazard também falou sobre o dia a dia com Zinedine Zidane, seu ídolo que, agora, é seu comandante. “Para qualquer um no futebol Zidane é uma referência, todos se emocionavam pela forma como jogava. Quando era criança ficava encantado, via os seus jogos e queria ver Zidane fazendo o que fosse, gostava de tudo”, disse.

“Quando se aposentou nunca pensei que iria se tornar treinador tão rápido. Mas depois as coisas fizeram que ele viesse para aqui e eu também. Com o meu ídolo como treinador aprender a seu lado torna-me feliz. É honesto e fala quando tem que falar, foi jogador e sabe o que necessita o jogador”, completou.

Abaixo, demais declarações do belga ao canal do clube mais vitorioso do planeta.

Jogar pelo Real Madrid e objetivos: “Atuo por esta camisa. Quando entro em campo e vejo o Bernabéu sou feliz. Por isso estou aqui para jogar neste campo e ajudar os meus companheiros. Para mim é um sonho, é jogar no melhor clube do mundo. Vamos dar tudo por tudo para ganhar a Champions, a Liga e a Taça. No final da temporada temos que levantar algum título, um, dois, três ou quatro. O que esperamos é ganhar e da minha parte espero dar o melhor de mim mesmo, ganhar jogos e que tudo corra bem”.

Champions League: “Para mim, como disse no primeiro dia, a Champions League é importante. Em Londres apenas cheguei uma vez às semi-finais, o Chelsea tinha vencido a sua única Champions justamente no ano antes de eu ter chegado. Aqui em temporadas anteriores ganharam-se muitas e é difícil voltar a ganhar ano após ano porque há muitas equipes, mas estou aqui para a ganhar porque é importante para toda a torcida e para mim também”.

Conselho dos seus pais: “Agora com 28 anos e no Real Madrid, continua a ser que me divirta e desfrute do momento de cada jogo. Os adeptos merecem passar um bom bocado e eu estou em campo para fazer algo e torná-los felizes. Esse foi o conselho dos meus pais, sempre os escutei e por isso acho que me correu tudo bem”.

Foto: Anadolu Agency

Marcado como: