Real Madrid dorme na etapa final, mas vence Granada e se isola na liderança

Para um público de pouco mais de 70 mil torcedores que estavam presentes no Santiago Bernabéu, o Real Madrid conquistou mais três pontos para continuar na liderança isolada do Campeonato Espanhol. Neste sábado (5), os merengues venceram o vice-líder Granada pelo placar de 4 a 2, com direito a emoção no final da partida.

Os gols foram marcados por Benzema, Hazard, Modric e James Rodriguez, enquanto pelo lado visitante, Machís e Domingos Duarte descontaram. A vitória leva o Real Madrid para os 18 pontos conquistados na liderança, enquanto o Granada estaciona nos 14 pontos na segunda colocação.

Agora, a competição dá uma pausa por conta da data FIFA e na próxima rodada, no dia 19 de outubro, os comandados de Zidane visitam o Mallorca, enquanto o Granada, no dia 18, recebe o Osasuna pela nona rodada do Espanhol.

O Real Madrid não podia esperar um melhor início quando abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo, quando Bale deu uma linda assistência de três dedos para Karim Benzema chapar a bola dentro da grande área e marcar o seu sexto gol na competição espanhola.

O time se mostrava confiante por longos minutos e não cedia qualquer espaço para o vice-líder Granada, que ao sofrer o gol, não conseguiu demonstrar forças para atacar e tentar uma reação.

O Real Madrid teve algumas oportunidades ainda no primeiro tempo com Carvajal e Valverde que pararam nas mãos de Rui Silva. Mas não deixou de buscar o gol, mesmo que por alguns momentos, cozinhava a partida enquanto esteve vencendo por um gol de diferença.

No final da primeira etapa, Hazard que estava sumido no jogo, apareceu na partida para marcar um belo gol. O belga recebeu uma bola de Valverde, aos 46 minutos e ao entrar na área, na saída de Rui Silva, deu um toque por cobertura e marcou o segundo gol dos merengues.

Hazard é abraçado por seus companheiros após marcar seu primeiro gol no Espanhol. (Foto: Quality Sport Images/Getty Images)

Na segunda etapa, era esperado que o vice-líder da competição buscasse sair mais para o jogo e desse espaço para o Real Madrid e isso aconteceu em determinados momentos, mas o time do Granada começou a pressionar mais o time merengue e começar a ameaçar com mais frequência o gol defendido por Areola.

Porém, Modric, que havia entrado ainda na primeira etapa no lugar de Toni Kroos que sentiu algum problema muscular, recebeu bom passe de Hazard após a jogada ser recuperada por Valverde e na entrada da área com bastante espaço, soltar uma bomba e mandar no ângulo defendido por Rui Silva. Era o 3 a 0 com sobras.

Mas a partir deste gol, tudo o que havia acontecido anteriormente parece ter sumido em um piscar de olhos. O jogo passou a ser outro e o Granada, em busca de uma redenção e ela começou aos 68 minutos com uma pixotada de Areola, que ao tentar chutar uma bola recuada, acertou o jogador adversário dentro da área e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, Areola até acertou o canto, mas Machís bateu bem e descontou para os visitantes.

Areola quase defendeu, mas Machís cobrou bem o pênalti.
(Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP/Getty Images)

Não saciado com o gol marcado, os Los Filipinos encurralaram os merengues e ficavam cada vez mais perto do segundo gol. E ele veio. Aos 77, após cobrança de escanteio e desvio na primeira trave, Domingos Duarte aproveita vacilo de Varane e escora para o gol, botando fogo na partida.

O Real Madrid estava nas cordas, não conseguia controlar mais a partida como acontecia antes do primeiro gol do Granada. As mexidas de Zidane também não surtiram efeito e um perigoso empate começava a pairar sobre o Santiago Bernabéu.

Mas a história do empate não se concretizou. Aos 92, em rápido contra-ataque puxado por Benzema, Isco, James e Modric que trabalharam na recuperação da bola, ela foi lançada para Odriozola que como um foguete passou pela direita, foi até a linha de fundo e cruzou para trás, quase na segunda trave, onde estava James Rodriguez livre e de pé direito, chapar a bola e decretar a vitória merengue com requintes de sufoco e crueldade com o torcedor madridista.

James comemorou bastante o gol marcado no fim.
(Foto: Quality Sport Images/Getty Images)

Ficha Técnica:
Real Madrid 4×2 Granada
Data: 5 de outubro, sábado
Local: Estádio Santiago Bernabéu, Madri (ESP)
Público: 70.315 torcedores
Gols: Benzema 2′, Hazard 46′, Modric 60′, James 92′ | Machís 68′ e D. Duarte 77′

Real Madrid: Areola; Odriozola, Varane, Ramos e Carvajal; Casemiro, Valverde e Kroos (Modric); Hazard (Isco), Bale (James Rodríguez) e Benzema; Técnico: Zinedine Zidane

Granada: Rui Silva; Victor Díaz, Germán Sanchez, Domingos Duarte e Neva; Herrera, Montoro (Gonalons), Azeez (Vadillo); Machís, Puertas e Soldado (C. Fernández); Técnico: Diego Martínez