Zidane entende críticas e ignora ‘boato Mourinho’: “Sei da dificuldade de estar aqui”

O técnico Zinedine Zidane compareceu na sala de imprensa nas instalações de Valdebebas na manhã deste sábado (21) para ceder entrevista coletiva. Entre um e outro tema, o francês destacou o momento conturbado que o time vive, mas explicou que existe margem para melhora e acredita que bons ventos possam passar pela capital espanhola.

A coletiva antecede a partida contra o Sevilla neste domingo (22), no estádio Ramon Sanchez Pizjuan pela quinta rodada do Campeonato Espanhol. O time sevilhano é o atual líder da competição, enquanto os merengues ocupam a terceira colocação.

Abordando a partida, Zidane afirmou que jogará em um campo difícil e encara o atual líder, mas acredita numa boa partida. “Queremos fazer uma boa partida e vamos fazer. Os jogadores estão preparados e estamos prontos”.

Confira outros trechos da coletiva:

Forças: “Claro. Me sinto com forças para seguir adiante. O que vem de fora não me interessa. Me interessa o que falo com os jogadores. Me sinto forte e vou seguir trabalhando. Tem que tentar até o último minuto. Até quando me derem a oportunidade, eu vou tentar”.

Críticas: “Não me surpreende. Essa é a vida. Nós sempre viemos tendo dificuldade, inclusive ganhando. Sempre existiu momentos complicados neste clube. Sempre pode superar. A força teremos de dentro”.

Elenco: “Não estão rendendo por debaixo do seu nível. Podemos fazer mais? Sim, acredito, mas nós sempre tivemos momentos complicados e momentos bons. Agora jogamos contra o líder e o que temos que fazer ali é vencer. Eu sei da dificuldade de estar no Real Madrid, aqui não vale duas partidas complicadas. Teremos uma boa partida para colocar isso adiante e para fazer as coisas melhor. É o que vamos fazer”.

Se demitir novamente: “Não penso nisso. Penso em ganhar a partida de amanhã. Vocês [imprensa] estão aqui para dizer, mas só penso no dia de amanhã. A dificuldade do que se diz lá fora não podemos controlar”.

Mourinho: “Não me incomoda. É assim. A situação é está, quando as coisas estão assim, teremos que mudar tudo. É difícil, mas é a realidade. Amanhã serão 90 minutos contra uma boa equipe e temos que ir para ganhar”.

As contratações descartadas de Eriksen e Van de Beek: “Isto não vou dizer se é sim ou não. É uma coisa do clube. Estamos aqui e o elenco é este. Somos o que somos aqui”.