Passes, gols e funções: O que Hazard pode oferecer para o Real Madrid?

Eden Hazard é oficialmente o novo jogador do Real Madrid. Belga agora faz parte da nova “Era Zidane”, a qual ninguém sabe ainda qual será o esquema que o técnico francês utilizará na próxima temporada, mas sabe-se que o belga de 28 anos, poderá atuar em qualquer função do meio para frente e desempenhar vários papéis durante os noventa minutos de uma partida.

Com características de carregar a bola, visão e precisão do passe, além de chutes de média e longa distância, Hazard poderá oferecer muito e o Real Madrid poderá ajuda-lo a crescer e evidenciar ainda mais seus atributos em campo, contribuindo assim com gols e assistências.

Ponta, segundo atacante ou meia?

Originalmente, o belga é extremo esquerdo com o pé trocado, o que facilita em muitas ocasiões, a tomada de decisão para achar um companheiro em diagonal ou até mesmo, a finalização ter mais perigo por ter um campo de visão maior do que atuando pelo flanco direito.

O que muita gente não sabe, ou sabe, é que Hazard é um jogador de muita mobilidade. Por mais que tenha mostrado seus serviços ao Chelsea como extremo esquerdo, o camisa 10 dos blues é capaz de desempenhar aos menos três funções diferentes, podendo ser decisivo nelas.

Além de ponta, Eden na atual temporada, treinado por Maurizio Sarri, desempenhou duas funções que o credenciam a ter muito espaço no time merengue. A primeira é como segundo atacante ou até mesmo um falso 9, que pode ser auxiliado por Karim Benzema que detém características muito semelhantes para jogar fora da área.

A segunda posição é como meia armador, o que funcionaria em um eventual 4-2-3-1 que é cogitado por Zidane para a próxima temporada. Hazard desempenhou esse papel por alguns momentos na temporada e principalmente em jogos da Copa do Mundo pela Bélgica, alternando sua posição com Kevin De Bruyne.

Variações e encaixe tático

No ‘heatmap’ ou mapa de calor de suas atuações, Eden Hazard foi fundamental para as jogadas verticalizadas e tendo muita liberdade para se movimentar entre as linhas formadas pelas defesas adversárias, situação que funcionou em vários momentos do Real Madrid sob ordens do técnico francês.

Mapa de calor, divulgado pela SofaScore, de Hazard na temporada 2018/19

Screenshot_2019-05-15-18-44-59-2

Seja no 4-4-2, 4-3-3 ou no 4-2-3-1, o craque belga deve oferecer muito e ser importante para qualquer esquema que Zidane decidir utilizar na temporada. Seu complemento deve ser Benzema e por ocasião, um deve completar o outro dentro de suas respectivas funções.

Jogando nestas funções, os números do jogador impressionam. Somente na Premier League, são 16 gols e 15 assistências, mais de 30 participações diretas em gols, sem contar os números extras em outras competições.

A expectativa para o trabalho do francês com o belga vai muito além das quatro linhas. O desejo do técnico em contar como futebol dele vem desde quando ele ainda era scout técnico de Carlo Ancelotti e quando Hazard atuava no campeonato francês.

Anúncios