De novo? Barcelona teria violado regras da Fifa em negociação com Griezmann

O programa ‘El Larguero’, da cadeia de Rádios Cadena SER, revelou na quinta-feira, 30, a informação de que Griezmann e Barcelona estariam negociando a transferência do francês, desde o mês de novembro do ano passado, enquanto, o Atlético de Madrid ainda disputava o Campeonato Espanhol e a Champions League.

A denúncia é grave e se comprovada poderia resultar em punições para o clube da Catalunha. Segundo o regulamento da Fifa, um clube não pode negociar com um jogador que tem contrato vigente em outra instituição. Griezmann anúncio recentemente sua saída dos Colchoneros, mas ainda possui um vinculo válido até 2023.

Dentro da regras da Fifa, um clube só pode negociar diretamente com um jogador, se ele estiver nos seus seis últimos meses de contrato. Fora desta situação seria considerado como aliciamento do atleta.

Ainda segundo a publicação, existiriam também provas documentais que atestam que clube e jogador teriam fechado e assinado o acordo em março deste ano, antes da partida do Atlético contra a Juventus. A rádio adianta ainda que esses ‘papéis’ serão revelados em breve.

Vale lembrar, que essa não seria a primeira vez que o Barcelona receberia uma punição da Fifa. Em 2015, a equipe foi proibida de adquirir jogadores devido à contratação irregular de jogadores menores de idade. Por já ter antecedentes, seria aplicada a agravante de reincidente.

O Barcelona arriscaria nesse caso, ficar impedido de contratar jogadores durante um período que se estende das três às cinco janelas de mercado. Enquanto, Griezmann poderia receber uma suspensão de seis meses.