Militão fala sobre ter sido contratado pelo Real Madrid: “Só vou acreditar quando estiver lá”

Brasileiro vê ida ao clube merengue como um sonho sendo realizado

Convocado pela Seleção Brasileira para a disputa da Copa América em solo canarinho, Éder Militão atendeu aos meios de comunicação na Granja Comary nesta quarta-feira (29) e contou um pouco sobre a sensação de ser adquirido pelo Real Madrid. “Nem tenho ideia disso ainda, é tudo muito novo. Aconteceram muitas coisas muito rápido na minha vida. Nem caiu a ficha ainda, só quando estiver lá. Falo muito com o Casemiro, mas só quando estiver lá para acreditar”, disse.

O ‘jogador multifunção’ (atua como zagueiro, lateral-direito e volante) custou cerca de 50 milhões de euros aos cofres madridistas e, durante a coletiva, foi questionado quanto aos rumores envolvendo o nome de Neymar, seu companheiro de seleção, junto ao clube merengue: “Até então, eu estava no Porto e não procurava saber muitas coisas (do Real Madrid). Rola pela internet essas coisas, mas não sei muito disso (ida de Neymar ao Real Madrid). Não sei”, desconversou.

Se com a amarelinha Militão não é treinado por um ex-grande craque do futebol, no Madrid isso será diferente: o atleta revelado pelo São Paulo terá a oportunidade de ser comandado por Zinedine Zidane, um dos maiores jogadores da história. Com relação ao técnico francês, o jogador de 21 anos revelou que não lembra muito bem do ex-meia atuando, mas falou de sua admiração por ele: “Comecei a ver (futebol) há pouco tempo, mas por vídeos e pelo que o pessoal fala, ele é sensacional. E o Casemiro também fala que como técnico é top”.

Julho será o mês em que o brasileiro se apresentará para integrar ao elenco blanco e dar pontapé à temporada 2019/2020 que promete ser crucial para o Real Madrid, depois de um ano péssimo e com ‘cara de fim de ciclo’ para alguns jogadores.