Real Madrid renova com Adidas e receberá 1,6 bilhões de euros em 12 anos

Pelo o que tudo indica, Real Madrid e Adidas finalmente chegaram à um consenso sobre os valores e detalhes de renovação do contrato para as próximas temporadas. Segundo o jornal Marca, no novo acordo, o clube pode chegar a receber até 1,6 bilhões de euros (R$ 6,3 bilhões), durante os próximos 12 anos. Com um valor fixo de 120 milhões de euros (R$ 531,6 milhões) por temporada, mais 20% das vendas de seus produtos e bônus.

De acordo com a publicação, o contrato seria válido entre as temporadas 2019/2020 e 2030/2031, e faria com que a Adidas mais do que dobrasse o valor pago ao Real Madrid no atual acordo (€ 52 milhões por temporada). Os € 120 milhões, aliás, poderiam aumentar ainda mais, dependendo de alguns de vendas de produtos, e bônus por conquistas.

O contrato atual deve terminar no ano que vem, mas com a renovação, Madrid será a equipe mais bem paga da fornecedora alemã, passando Manchester United, Bayern e Arsenal. A Adidas terá ainda seu próprio espaço no novo Santiago Bernabéu, com a loja prevista para ser a maior da marca em todo o mundo.

Além disso, o Real teria participação em 20% dos lucros da venda de produtos com o símbolo do time em todo mundo. E garante ainda o fornecimento de material para todas as equipes do clube, no valor de 9 milhões de euros (R$ 39,8 milhões) por ano.

A renovação é vista como essencial para o Real Madrid, já que o clube tem ido atrás de rendas extras por conta da reforma no Estádio Santiago Bernabéu e a aquisição de jogadores na próxima temporada.

A atual relação entre Adidas e Real Madrid teve início em 1998, e por ser uma das mais antigas entre os clubes europeus, já estava bastante defasada em relação aos valores recebidos. Se a renovação se concretizar, serão mais de 30 anos seguidos de parceria entre ambos. Clube e marca também já haviam sido parceiros entre 1980 e 1985.

Anúncios