Bale fala sobre sua convivência com Zidane: “Não éramos os melhores amigos, era uma relação profissional”

Galês ainda admitiu que não falou mais com o treinador após a final da Liga dos Campeões contra o Liverpool

Em entrevista à FourFourTwo, Gareth Bale deu fortes declarações com relação à última temporada de Zinedine Zidane sob o comando do Real Madrid. Dentre os vários assuntos, o que mais chamou a atenção foi o da relação do camisa 11 com o treinador que foi tricampeão seguido da Europa com o clube madridista. Segundo o galês, não existia uma grande afinidade entre os dois: “Não me disse nada de sua saída, não falei com ele depois da final em Kiev. Nossa relação era boa, mas não diria que éramos melhores amigos, era uma relação profissional”, afirmou.

Na decisão diante do Liverpool, Bale ficou no banco de reservas mesmo em boa fase na época da partida. Sobre esta situação, o atacante confessou que ficou chateado: “Realmente me senti frustrado. Havia jogado bem desde a minha última lesão, tinha marcado cinco gols nos últimos quatro jogos da La Liga. Sentia que merecia começar como titular”, disse.

Zidane optou por colocar o galês aos 16′ da segunda etapa naquela final, e a substituição por Isco surgiu grande efeito no duelo que, até então, estava empatado em 1 a 1. Cerca de 3 minutos após a alteração, Bale marcou um verdadeiro golaço para desigualar o marcador e encaminhar o Real Madrid ao seu 13º da Liga dos Campeões. Sobre o belo gol, o jogador de 29 anos contou: “Eu volto a ver esse tento várias vezes. Não sentia que tinha de provar algo, queria marcar por mim e pela minha equipe. Quando joga uma final, quer voltar para casa com o troféu, não importa como. Se isso significa ter de esperar até os últimos 30 minutos, que seja assim sempre”. 

 

Marcado como: