Disney terá que se desfazer da Fox Sports no Brasil

Logo Fox Sports

A Disney anunciou em dezembro (2018) a compra oficial da 21s Century Fox em uma negociação que custou mais de US$ 50 bilhões, o “problema” é que no Brasil a compra deixa com o mesmo dono dois dos principais canais esportivos da TV por assinatura: ESPN e FOX Sports, e isso é ilegal. Uma empresa não pode ser dona de mais de um canal no mesmo segmento.

Para aprovar a compra no território brasileiro o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) exige que a empresa se desfaça de parte dos canais esportivos.  A Disney teria que se desfazer da Fox Sports, situação parecida com a que viveu os canais Esporte Interativo quando a AT&T (dona da Sky) comprou a Turner (dona do EI), no caso as regras não permitiam que um grupo dono de uma rede de tv por assinatura fosse também dono de um canal de televisão.

Nos EUA o negócio já está feito, por lá a Fox não vendeu os canais de jornalismo (o que incluí a Fox Sports) e nem poderia, já que a legislação americana proíbe que um grupo seja dono de mais de um dos quatro maiores grupos de radiofusão do país e a Disney Company já é proprietária da American Broadcasting Company (ABC).

A longo prazo é impensável que a Disney mantenha a Fox Sports com esse nome nos territórios (outros países fora do EUA) já que isso causaria uma situação desvantajosa: fazer propaganda de um grupo concorrente. No entanto, a curto prazo, os telespectadores estão sem saber o que vai acontecer com os canais e as suas programações.

O Cade tem até março para analisar e julgar o negócio, o conselho pode exigir que a empresa venda uma parte ou todos os canais esportivos.

(Foto: Divulgação Fox)
Marcado como: