Isco fica no banco novamente, mas Solari afirma: “Não tenho nada pessoal contra ele”

Treinador preferiu a utilização de jovens atletas no duelo de hoje pela La Liga

Há instantes, o Real Madrid, após duas rodadas sem vitória no Campeonato Espanhol, voltou a triunfar no certame nacional. A vítima foi o Betis no Benito Villamarín pelo placar de 2 a 1 (gols de Modric e Ceballos para os blancos; de Canales a favor dos mandantes). Depois do confronto, Santiago Solari, treinador madridista, falou com a imprensa sobre o importante triunfo e com relação a Isco, que ‘esquentou o banco’ mais uma vez sob seu comando e que sequer entrou no decorrer do jogo.

“Somos o que somos, creio que fizemos uma exibição muito séria. Temos de valorizar a equipe. De maneira alguma tenho algo pessoal contra ele (Isco). Lamento repetir essas coisas, todos podem jogar, todos fazem parte do elenco”, disse o técnico referente à ausência do meio-campista.

Para o duelo de hoje (13), Solari optou por um esquema com três zagueiros: Sergio Ramos, Varane e Nacho. Sobre esta mudança tática, o comandante merengue analisou: “Foi algo circunstancial pela quantidade de problemas físicos que a equipe tem, sobretudo no ataque e, agora, Benzema soma o Departamento Médico (fratura no dedo mindinho). 

Confira as demais declarações do treinador após a partida.

Marcelo no banco de reservas: “São decisões pontuais para momentos pontuais”.

Primeiro tempo bom, segundo tempo ruim: “Nos faltou profundidade, o que tivemos na primeira etapa com Benzema. Nos primeiros 45 minutos tivemos chances para marcar mais gols, enquanto no segundo tivemos a capacidade de controlar um rival muito complicado”.

Evolução de Vinícius Júnior: “Não só dele, de todos os jovens no geral”.

Segredos para a conquista dos três pontos: “Seguimos com a vitória para continuarmos nos recuperando. Cristo, Brahim e Valverde estão à altura das circunstâncias… é algo para dar valor. Tínhamos muitos problemas e desfalques, queríamos buscar profundidade”.

Lesão de Benzema: “Por sorte, pelo menos é na mão. Esperamos que não fique muito tempo fora”.

Dani Ceballos, autor do gol da vitória na reta final do embate: “Ele leva essas cores em seu coração (ex-jogador do Betis) e sempre é emocionante voltar. O futebol tem essa magia do ex sempre marcar contra o antigo clube”.

Anúncios
Marcado como: