Luka Modric: “Se eu pudesse, trocaria todos os meus prêmios por uma vitória na final do Mundial”

Em entrevista ao jornal croata Sportske Novosti, Luka Modric foi sincero. O melhor jogador do mundo comentou as críticas de Diego Simeone ao Real Madrid, a quem o camisa 10 afirmou ter “um grande respeito”, a relação com Cristiano Ronaldo, a conquista da Bola de Ouro e muito mais.

Confira:

Prêmios individuais:Se eu pudesse, trocaria agora todos os meus prêmios por uma vitória na final do Mundial.”

Cristiano e Messi: “São dois fenômenos que têm desempenhado um papel dominante há dez anos, especialmente pela qualidade de ambos. Mas quando falamos da Bola de Ouro estamos falando de desempenho sazonal e pode significar que os votos de técnicos, jogadores, lendas do futebol, jornalistas e fãs sejam os mesmos. Ou todos eles estão equivocados ao mesmo tempo? Se vamos votar na qualidade dos jogadores, então só resta dividir imediatamente todos os troféus entre Messi e Ronaldo, enquanto eles estão jogando e abolir qualquer eleição.”

Relação com CR7:Eu compartilhei com Ronaldo seis temporadas maravilhosas, provavelmente os melhores anos da minha carreira, fizemos muitas coisas juntos. Por isto, vou guardar memórias da nossa relação.”

As palavras de Cristiano elogiando o vestiário da Juventus: “Estou aqui (no Real Madrid) há seis anos e meio e posso dizer com certeza que somos o grupo correto; pessoas maduras, jogadores de qualidade, boas relações e excelente ambiente. Naturalmente, há dias bons e ruins, mas a força central do grupo não é questionável, caso contrário, não teríamos conquistado todos esses troféus.”

Críticas de Simeone: “Estou totalmente de acordo com Simeone defender que o seu jogador (Griezmann) o melhor, mas ele tem uma constante necessidade de menosprezar o Real Madrid e os seus jogadores. Ele aproveita qualquer oportunidade para insinuar ações irreais para explicar as conquistas do Madrid em detrimento de outras. Tenho um grande respeito por Simeone e pelos jogadores e torcedores de um grande clube como o Atlético. Quando nós vencemos, nós os parabenizamos honestamente. Não é justo que nossos êxitos, entre os quais estão duas vitórias honrosas na Champions League contra o Atlético, sejam reduzidos a constantes teses populistas sobre algum tipo de favores para o Real Madrid.”

(Foto: Marca)
(Jogo da La Liga entre Real Madrid -Atlético de Madrid. | Foto: Marca)

 

Ovacionado na Espanha como Iniesta: “Agradeço aos espectadores de Huesca. Não sei se estou no status do grande Andrés, mas já fui aplaudido por torcedores rivais em toda a Espanha, e este é o maior reconhecimento pelo meu futebol e pelo meu comportamento.”

Situação com a Fazenda: “Na Espanha, é permitido que parte do contrato seja de até 15% em nome dos direitos comerciais. O que também é muito importante é que eu tenho um negócio dentro da União Europeia, e não em algum paraíso fiscal offshore. Tudo foi feito em conformidade com as leis da UE e em conformidade com a lei que ainda está em vigor na Espanha no momento. O problema surgiu depois que o Fazenda mudou os critérios e interpretou a lei. É por isso que eles criaram novas obrigações, que eu finalmente as compensei.”

Futuro: “No verão Florentino Pérez me disse: ‘Tire da sua cabeça qualquer pensamento que você deixará o Real, não deixaremos você sair’. Cumprirei meu contrato até o final, até o ano de 2020.”

 

Foto: Ángel Martínez/Real Madrid