Marcelo: ”A torcida tem direito de vaiar quando não está gostando de alguém”

Marcelo compareceu frente aos meios de comunicação após a vergonhosa derrota do Real Madrid contra o CSKA no Santiago Bernabéu. O lateral-esquerdo analisou a partida mostrando tom crítico sobre a imagem do time.

Muito que melhorar

”Ainda há um tempo até a primeira partida das oitavas, sempre há que melhorar e mudar a imagem de hoje. Jogando no Bernabéu temos que estar motivado e sair forte. Tentamos, mas não podemos sofrer três gols.”

Situação de Isco

”Não só para ele a situação é difícil, a torcida fala e está claro que tem que mudar algo, a torcida tem direito de vaiar quando não está satisfeita, também me vaiaram. Ele está ferido como eu estou, somos uma equipe e vamos trabalhar para que isso não aconteça mais.”

Fim das remontadas

”Tranquilos não estamos porque não podemos jogar como jogamos hoje, dar essa imagem. Tentamos como sempre ganhar e dar uma imagem, a partida de hoje não foi como esperávamos.”

Baixar os braços

”No Madrid tem que lutar até o final, não baixamos os braços. É difícil jogar uma partida assim, porque um 3-0 é complicado virar, sabíamos que era difícil, mas tentamos até o final.”

Tentou dar a faixa de capitão para Isco

”Tentei dar o bracelete para Isco e me disse que tinha que dar para Carvajal, não sei porque.”

Encarada de Isco aos torcedores

”Não vi sua reação, não acredito que seja fruto de nada. Estamos aqui para jogar e dar o máximo por este clube. Temos que descansar e pensar no próximo jogo.”