Cristiano Ronaldo sobre a Bola de Ouro: “Parabenizo Modric, ele merece”

Em entrevista à Gazzetta dello Sport e ao Correire dello Sport, Cristiano Ronaldo, atacante da Juventus e ídolo do Real Madrid falou sobre seu novo clube, a Bola de Ouro e convidou Messi para jogar a Série A. CR7 também comentou que as portas estão abertas para Marcelo.

“Penso que mereço (a Bola de Ouro) todos os anos” começou dizendo o português sobre não ter vencido em 2018. “Trabalho para isso, mas se não ganho não é o fim do mundo. No campo faço todo o possível para ganhar, os números não mentem, mas não fico menos contente ao não ganhar. Tenho amigos fantásticos e tenho a minha família, jogo em um dos melhores clubes, o que pensam? Que vou chegar em casa e começar a chorar? Claro que fico decepcionado, mas a vida continua e o trabalho duro também. Por isso quero parabenizar Modric, ele merece. Mas no próximo ano voltaremos a medie isso e farei tudo para estar ali de novo. Entende?”.

Em casa nova, novo campeonato e mais um novo desafio, o jornalista da La Gazzetta perguntou a Ronaldo se ele sente falta de Lionel Messi, da disputa com o argentino, a resposta foi não. “Já joguei em Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal… ganhei com a minha seleção, ele esteve a vida toda na Espanha. Talvez ele precise mais de mim. Para mim a vida é um desafio, eu gosto disso e gosto de fazer as pessoas felizes. Gostaria de vê-lo na Itália um dia. Como eu sabe? Aceitar o desafio. Mas, se ele é feliz ali, eu o respeito. É um jogador fantástico, uma boa pessoa. Mas esta é a minha nova vida e eu estou feliz”, justificou.

“Vejo que falam de James, Bale e Asensio... mas sendo honesto, a Juventus não necessita de outros jogadores”, disse o camisa 7 sobre os boatos de que ele estaria pedindo alguns nomes ao presidente. “No futuro eu já não sei. Marcelo é forte, nós abrimos a porta para os bons jogadores e Marcelo é um deles”.

Feliz em Turim, CR7 não poupou elogios aos novos companheiros: “Não é justo mencionar um ou outros apenas, posso te dizer que esse é o melhor grupo com quem já joguei”, declarou. “Aqui somos um time, em outros lugares alguém se sente maior que os demais, mas aqui todos estão na mesma linha, são humildes e querem ganhar”.

Ainda sobre os companheiros e a comparação com o seu ex clube, o Real Madrid, Ronaldo continuou dizendo que se Dybala ou Mandzukic não marcam, ainda assim vocês os vê felizes e sorrindo. “Para mim é bonito isso, perceber a diferença. Mesmo que no Madrid também eram humildes, aqui são mais. É diferente em Madri, aqui é mais como uma família”.

Sobre a possibilidade de enfrentar o Real Madrid no mata mata da Liga dos Campeões, Ronaldo foi Ronaldo na resposta: “Para mim, é a mesma coisa. Passado é passado, agora quero ganhar para a Juventus, tenho que defender essas cores e o resto não importa. Se tiver que jogar contra o Real Madrid, darei o melhor de mim”.

Anúncios