Solari sobre jogo contra o Valencia: ”Teremos que confiar em nossos jogadores e seu talento para ter sucesso”

Solari compareceu na sala de imprensa para analisar o confronto contra o Valencia. Entre outros assuntos, falou sobre o caso Isco.

Santiago Solari compareceu na sala de imprensa de Valdebebas no dia prévio da partida contra o Valencia. O técnico merengue analisou o encontro da décima quarta rodada da Liga que será disputado no Santiago Bernabéu, sábado, 01, ás 17h45 (Brasília): ”Estamos enfrentando uma equipe muito organizada e taticamente trabalhada. Alem disso, tomaram poucos gols. Teremos que confiar em nossos jogadores e em seu talento para ter sucesso. Devemos ser agressivos a partir de três quartos do campo.”

”São muito importantes as boas vibrações após a partida da Roma. A alegria na hora de trabalhar, o trabalho diário e a responsabilidade são 80% de todo futebol e em qualquer trabalho.”

Final da Libertadores no Bernabéu

”São sensações mistas. É uma honra para o madridismo e para nosso estádio receber a final da Copa Libertadores e o clássico do futebol argentino. Tomara que um estádio assim possa ajudar a encerrar esta final tão complicada. Por outro lado, não consigo pensar nas razões pelas quais você tem que jogar uma partida a um oceano de distância. Isso quebrou muitos corações. É uma lástima, como exemplo para as crianças, que haja uma pequena parte da nossa sociedade que esteja destinada a quebrar tudo.”

“Vamos ser otimistas. Espero que o encerramento da final esteja no auge da história do nosso estádio e o que isso significa. Espero que ajude os convidados a limpar o nome da final. Se alguém pode fazer isso, é o nome da nossa instituição e do nosso estádio. Espero que aqueles que se movam, também ajudem. Para mim esta festa perdeu importância e interesse em meu coração. Você já conhece a minha simpatia nesta final ( Solari foi jogador do River Plate).”

O ruído da mídia afeta?

“Não sei. Eu não leio a imprensa esportiva, apenas a imprensa geral. Todos os nossos jogadores são profissionais, sabem o que fazem e trabalham muito bem. Existem alguns jovens, mas eles são todos maduros e eu não acho que o exterior nos afeta.”

Marcos Llorente

“Eu não sei o que ele disse, mas o que ele fez: ele jogou uma grande partida. Foi difícil para ele porque ele não tinha um ritmo competitivo e se apresentou em um ótimo nível. Isso significa que ele é um grande profissional e espero que ele sempre siga o mesmo caminho, porque é isso que garante uma grande carreira.”

Isco

“É um assunto que não dá mais que a si mesmo. São decisões pontuais. Eu não posso sempre estar pendente disso. Eu tenho 24 profissionais, todo mundo trabalha e eu tenho que escolher. Eu faço o que acho que é melhor para todos. Todos são importantes porque são todos do Real Madrid.”